Palazzo Chupi

O nome pode parecer estranho, e é. O Palazzo Chupi, no Greenwich Village, em Nova York, é um condomínio residencial construído pelo artista Julian Schnabel no estilo de um palácio do norte da Itália, em cima de um antigo estábulo de cavalos. O nome foi inspirado em balas espanholas, Chupa Chups, apelido também da segunda esposa de Schnabel, Olatz López Garmendia. Protestos veementes dos vizinhos do empreendimento não foram suficientes para impedir o artista, diretor, entre outros do filme “O Escafandro e a Borboleta”, de construir seu Palazzo. “Em princípio, os manifestantes estão certos, mas eles estão errados sobre mim e este edifício”, disse na época Julian, que instruiu sua equipe para oferecer aos manifestantes o uso de seu banheiro, quando surgisse a necessidade. Cinco unidades independentes, uma das quais ocupada pelo artista e sua família, compõe o prédio. Dizem que Richard Gere é dono de uma delas e Madonna se interessou por outra. Debruçado sobre o Rio Hudson, o Palazzo Chupi tem vista privilegiada do entorno, e se destaca tanto pelo tamanho quanto pela cor, um rosa singular. O prédio conta ainda com garagens, galeria e piscina. Schnabel diz que construiu o Palazzo “porque eu queria mais espaço, e porque eu pensei que poderia vender dois ou três apartamentos que pagariam o empreendimento, e porque eu podia.” Frase típica do artista, para quem nada é proibido ou impossível. Paredes grossas e telhas de diferentes procedências que parecem ter nascido juntas, em estilo que mistura o México e a Itália, são a tradução das referências do artista , que achava sua casa no Brooklyn, em Nova York, super sem graça e falsa, limitada. “Apenas meus pais não eram falsos lá”, diz ele. Uma das experiências marcantes com a arquitetura foi na Capela Scrovegni, cheia de afrescos de Giotto, em Pádua, Itália. Ali Schnabel entendeu que precisava das paredes para suas pinturas, e percebeu que o lugar a o obra algumas vezes são inseparáveis. “Eu precisava construir um prédio para apoiar qualquer linguagem pictórica que eu inventasse”. O escritório de arquitetura Hut Sachs Studio, de Nova York, deu forma ao sonho do diretor. A pergunta é: “Como eu estive em Nova York e não vi isto”??

Construído sobre um antigo estábulo, o Palazzo Chupi, de Julian Schnabel.

O rio Hudson, visto do Palazzo Chupi.

O living lindo no apartamento de Julian Schnabel.

Outro ângulo do living da família Schnabel.

O jantar com vista para a cidade.

Decoração opulenta, que tem tudo a ver com o estilo do prédio e do próprio Schnabel.

Materiais aparentemente simples transformados em sofisticação pelas mãos habilidosas da equipe do Hut Sachs e de Julien Schnabel.

O lobby e a piscina.

Um dos quartos com um Picasso na parede.

Julian Schnabel em duas ótimas fotos, que traduzem bastante bem a personalidade do artista.

Diferentes momentos, mesmo efeito. Elegância e autenticidade.

As garagens do prédio.

palazzochupi.com

vanityfair.com

hutsachs.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *