Nate Berkus e Jeremiah Brent & sua falsa McMansion

A primeira impressão que Nate Berkus e Jeremiah Brent tiveram da casa de de 900 m², foi de que a casa era muito grande para o casal e a pequena filha Poppy. Construída em 1928 no estilo colonial espanhol no bairro de Hancock Park, em Los Angeles, a casa conta com vários salões e uma grande árvore de mais de 200 anos no jardim, o que acabou por conquistar os designers americanos. “Imaginamos a Poppy e, eventualmente, o resto da nossa família, debaixo daquela árvore, e achamos que este era um lugar onde poderíamos fincar raízes”, diz Brent. Embora a casa seja realmente grande, os quartos, bem ao estilo do período, são relativamente pequenos e aconchegantes, especialmente se comparados com os grandes volumes das McMansions. (Termo pejorativo para designar as grandes casas nas comunidades suburbanas americanas, que eram produzidas em massa e construídas com materiais de baixa qualidade, e ainda com símbolos arquitetônicos com conotações de riqueza totalmente fora de contexto, o que resultava em uma fachada equivocada. O nome “McMansion” associa a qualidade genérica dessas casas de luxo com a rede de fast food McDonald’s) A casa com pegada mais masculina recebeu mobiliário rústico francês, sueco e americano, materiais como madeira e pedra, e peças assinadas de craques do calibre de Jacques Adnet, Maria Pergay, Angelo Mangiarotti, Afra e Tobia Scarpa. Bacana demais!!

 

 

Nate Berkus: http://www.nateberkus.com/; Jeremiah Brent: http://www.jeremiahbrent.com/

via: Architectural Digest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *