Melbourne

As grandes cidades tem sempre casas que parecem traduzir a personalidade e estilo próprios de cada local. Emblemáticas, são normalmente habitadas por pessoas interessantes e que entendem a importância dessas construções, a grande maioria bem antiga. Em Melbourne, na Austrália, o casal Lisa Fitzroy e Dean Angelucci, restaurou uma casa vitoriana construída por volta de 1863 por Willian Candy, que recebeu o nome de “Boston Villa”. Emilio Fuscaldo foi o responsável pelo projeto de ampliação e atualização da casa australiana.

Fachada da “Boston Villa”, em Melbourne. A fachada vitoriana foi preservada, e uma nova ala construída para atender as necessidades da família.

Os materiais usados são simples e naturais, como a cerca em madeira sem pintura e as pedras irregulares. A sensação é de que estão ali desde sempre.

No hall de entrada, ganso empalhado e obra de Rhys Lee.

Situado na parte da frente da casa vitoriana, o living recebe cadeiras de couro Jean Gillon, romeno radicado no Brasil, mesa Tulipa Eero Saarinen, mesa auxiliar do designer italiano Angelo Mangiarotti e pinturas de Rhys Lee. Luminária René Mathieu.

Cadeira de Jean Gillot, pintura de Rhys Lee e luminária de René Mathieu.

Na bancada da cozinha, jarra Russell Wright, banquetas “Last Minute” Patricia Urquoiola, pendentes de 1950.

No banheiro do casal, as linhas simples se repetem.

No quarto de Lisa e Dean, luminária italiana na parede, pendente de corda de Hadrian Audoux Frida Minet (Cote d’Azur), tela de Rhys Lee e tapete de pele de zebra.

Luminária ‘Bagdá’ Mathieu Mategot sobre mesa lateral Zanotta, cadeira “Valet” de Hans Wegner e trabalho de Dani Marti no painel de madeira.

No quarto de Hazel, cadeira KONERoger Mclay, e pintura ‘Burbujas’ Chris Humphries.

No quarto de Pepa, bicho de pelúcia na parede e cama rosa.

No jardim, a casa de bonecas das crianças.

Via: thedesignfiles.net

Fotos: Sean Fennessy.

Produção: Lucy Feagins.

zanotta.it

One Response
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.