Jennifer e Michael Jansch

Jennifer e Michael Jansch procuraram uma casa de campo por 08 anos, e nenhuma tinha os atributos necessários para encanta-los. As fotos que o corretor enviou desta casa eram sofríveis, e mais uma vez a empreitada parecia fadada ao fracasso. Mas assim que entrou na cozinha, Jennifer soube que esta era, enfim, a casa pela qual procurava. “Eu perdi o fôlego, era a minha casa, e eu não poderia suportar a ideia de  alguém morar na minha casa para sempre”, diz a mãe de Celeste,  Margaux, e Caprice, de 12, 08 e 05 anos, respectivamente. A casa está localizada em uma colina ao lado de um carvalho colossal, em Ekbacken, na Suécia, e é o lugar preferido de toda a família, que atualmente mora a maior parte do tempo em Nova York. A antiga casa da família, em Estocolmo, forneceu alguns dos móveis para a casa de campo, o que sem dúvida contribuiu para uma atmosfera tão acolhedora.

O sofá revestido de veludo, é na verdade uma cama. Tapetes herdados e espelho comprado em Bali.

Tapete em pele de zebra comprado nos anos 1990 em Nova York, e na parede, jóias Masai trazidas do Quênia. 

Na cozinha, as mesas trazidas da casa antiga couberam perfeitamente, como se fossem feitas sob medida. Caixas de madeira acomodam  os utensílios.

No jantar, mesa e tapete Ikea, sofá de 1800 herdado da avó de Jennifer com tecido de Bali. 

No quarto das meninas, cômoda de família e chapéu mexicano. O amarelo do piso traz alegria ao ambiente.

 Papel de parede compõe o clima romântico do quarto. Na gaveta, uma cama extra.

A banheira de madeira foi encontrada em uma feira e acomodava panfletos. Toalhas compradas em Ibiza.

Colcha em Toile de Jouy e penteadeira comprada pela mãe de Jennifer nos anos 1960.

Poltrona herdada da avó e cama e mesas de cabeceira da Block.

skonahem.com

 

 

 

One Response
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.