Jardin Majorelle

Um dos mais importantes nomes da alta-costura no século XX, o argelino Yves Saint Laurent se encantou por Marrakech nos anos 1960, e passou muito tempo na cidade. Em 1980, YSL e seu companheiro Pierre Bergé compram o Jardin Majorelle, e o restauram, assim como a casa Art Deco existente no local.  Idealizado pelo pintor francês Jacques Majorelle, o espaço conta com uma floresta de cactos e plantas exóticas, de vários lugares do mundo. Patas de elefante enormes, cactos, bambus, lírios, buganvílias e muitas outras plantas, são admirados pelos mais de 600.000 turistas que visitam o lugar todos os anos.  O Jardin Majorelle conta com o Musée berbère, que exibe a incrível coleção de artefatos berberes de YSL e Bergé, e é, apesar de pequeno, bem bacana.  Café, livraria e  boutique completam o circuito e fazem desta uma experiência muito agradável. No jardim, há um memorial, muito simples e elegante, à YSL, e as cinzas do artista forma espalhadas pelo local.

O Jardin Majorelle está localizado na Rue Yves Saint Laurent, homenagem do povo marroquino ao estilista.

Entrada do Jardin Majorelle.

Jardim de cactos.

 O jardim é muito exuberante e recebe uma infinidade de pássaros que fazem seus ninhos neste oásis em Marrakech. 

Na livraria é possível encontrar títulos sobre YSL, fotos e posters.

A pequena loja oferece objetos, roupas, lenços e outros, desenhados por YSL ou inspirados em seus desenhos.

Entrada da Galeria Love.

Desenhos YSL na Galeria Love. Lindos.

Os cactos do jardim idealizado por Jacques Majorelle no começo do século XX.

O café.

As poucas edificações, como a casa art deco, são pintadas de azul intenso. Parte da casa abriga o Musée berbère.

jardinmajorelle.com

ysl.com

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *