Desenho da Utopia, livro

Desenho da Utopia, livro publicado pela Editora Olhares, é um ensaio do fotógrafo Ruy Teixeira, com curadoria e textos do historiador Jayme Vargas. A publicação oferece uma visão surpreendente sobre o patrimônio legado pelo design brasileiro de mobiliário moderno em coleções públicas e privadas. Cenários contemporâneos, o diálogo com obras de artistas que vão de Di Cavalcanti e Iberê Camargo a Tunga e Cildo Meirelles e as composições precisas do fotógrafo acentuam a estética marcante de um conjunto virtuoso de peças representativas do período, produzidas por nomes que elevaram o mobiliário brasileiro à condição de importante expressão da nossa atividade cultural, tais como Joaquim Tenreiro, Sergio Rodrigues, Lina Bo Bardi, José Zanine Caldas e Jorge Zalszupin. “Nas conversas que passamos a ter sobre a natureza e os conceitos deste projeto, ficou claro de início que este seria um trabalho autoral, interpretativo, daquele capítulo singular da nossa produção cultural. Esta definição acabou nos levando à compreensão de que não seria possível retratar as peças de mobiliário como objetos isolados, neutros ou isentos de referências – com elas viriam as suas circunstâncias, o seu contexto, e sobretudo a sua trajetória ao longo do tempo”, explica Jayme Vargas. “A partir daquele momento constatamos que a natureza do nosso projeto havia mudado, ampliando-se consideravelmente o seu alcance. O mobiliário permanecia como o centro do trabalho, mas a ele outras referências haviam se incorporado, aumentando assim sua abrangência. Mas a esta nova dimensão de significados poderia também corresponder um risco, a possibilidade da indeterminação e do aleatório, ocasionada por uma profusão conteúdos e associações. Coube então ao olhar do fotógrafo orquestrar com precisão esta multiplicidade de elementos, criando imagens imersas no momento e na contingência, mas que permitissem a travessia para o seu reverso, recuperando ali algo de ideal e permanente”, conclui o autor. O novo título será apresentado na SPArte, em ação coletiva das lojas e galerias que apoiaram o projeto – Artemobília, Etel, Legado Arte, Luisa Strina, Mercado Moderno, Passado Composto Século XX, Studio Nóbrega, Loja Teo –, e tem lançamentos previstos também no Rio de Janeiro, Milão e Paris. O momento é de grande visibilidade do móvel moderno brasileiro no exterior, onde uma serie de galerias especializadas tem surgido, além de exposições e publicações. O Wall Street Journal caracterizou como “um toque de sensualidade” a contribuição do móvel moderno brasileiro. A galerista Graça Bueno empresta sua expertise na identificação das peças retratadas no livro. No final do post, as datas de lançamento. 

cvvccv

Capa do belo livro Desenho da Utopia.

mob Cadeiras curvas com varetas -Joaquim Tenreiro -1962 -Maria -Iberê Camargo -Coleção Jones Bergamin - Copia (2) - Copia

Cadeiras curvas com varetas de Joaquim Tenreiro, de 1962, e Maria, de Iberê Camargo, Coleção Jones Bergamin.

mob Poltrona Lounge -Carlo Hauner -déc1950 -Aparador anônimo - sd -Escultura -Joaquim Tenreiro -Escultura -Joaquim Tenreiro- Coleção Jones Bergamin - Copia (2)

Poltrona Lounge, década de 1950, de Carlo Hauner, aparador de autor anônimo e escultura de Joaquim Tenreiro da Coleção Jones Bergamin.

mob Espreguiçadeira Rio - Anna Maria e Oscar Niemeyer -1977-1978 -Hotel Brasília Palace - Copia (2) - Copia

Espreguiçadeira Rio, de Anna Maria e Oscar Niemeyer, desenhada em 1977-1978 no Hotel Brasília Palace.

mob Espreguiçadeira José Zanine Caldas - Móveis Artísticos Z -c1950 -Tapeçaria -Jean Gillon -Coleção Sergio Gandhi Campos - Copia (2) - Copia

Espreguiçadeira José Zanine Caldas, de 1950 e tapeçaria Jean Gillon da Coleção Sergio Gandhi Campos.

weee

Carrinho de chá Jorge Zalszupin de 1953. Na parede, Todos, de Mira Schendel e têmpera sobre bambú, de Ione Saldanha. Peças da Coleção Jones Bergamin.

Lançamentos:

 São Paulo: 07/04: SPArte, Livraria Blooks, às 15h, Pavilhão Ciccillo Matarazzo [Pavilhão da Bienal],  Parque Ibirapuera, Portão 3

Milão: Semana de Design de Milão, Galeria Nilufar, Via della Spiga, 32

Rio de Janeiro: 02/05: Espaço Saddock 207, showroom Mercado Moderno, Alm. Saddock de Sá, 207 – Ipanema

 Paris: Piasa, durante seu primeiro leilão do móvel brasileiro, em parceria com a Bolsa de Arte. 118 rue du Faubourg Saint-Honoré 75008

 

1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *