A decoração de perfume vintage do FNL Apartment em Varsóvia

O FNL Apartment, assinado pela turma do Paradowski Studio transborda luxo. O imóvel com vibe de casa de veraneio situada no meio da cidade de Varsóvia, Polônia, tem na decoração referências estilísticas variadas – dos anos 1970, a regência de Hollywood, a era espacial e a cultura asiática – que combinam perfeitamente com uma residência rica em funcionalidade e conforto. A morada pouco convencional foi projetada para um jovem casal. Um certo charme austero e organicidade são misturados com cores várias e divisórias, criando uma sensação de intimidade que lembra o trabalho do artista italiano Carlo Mollino. Um sistema de prateleiras sob medida, executado em aço laminado bruto e pesando mais de 600kg, alinha a parede da sala. A textura crua das colunas de aço reforçadas por inserções decorativas de madeira e mármore são puro charme. A decoração tem peças de vários designers importantes, como Jean Prouvé, e clara inspiração nos anos 1970. O sofá Amura Lapis em vermelho se destaca nas paredes terrosas e no piso de concreto polido, e faz contraste com o conjunto de poltronas vintage estofadas em tecido boucle creme, e suas formas arredondadas que são uma versão contemporânea do design clássico. A cozinha foi concebida para uso ocasional. Com uma abordagem minimalista, concentra-se em formas simples e materiais de alta qualidade. Os armários flutuam acima do solo, constituídos por uma estrutura de perfis de aço laqueado na cor preta e revestidos de ébano criando uma sensação de luz no espaço. Uma prateleira com acabamento em bronze patinado se curva ao longo da parede, agindo como uma continuação de sua contraparte da sala de estar, muito maior. Uma mesa feita sob medida de carvalho enegrecido é o acessório central da sala de jantar. Ladeada por cadeiras Vitra Standard de Jean Prouve, está envolta em uma caixa de vidro. A pintura de Christophe Meyer contrasta com o abajur branco Diesel Foscarini. Os quartos são revestidos com verniz estilizado da década de 1960, conferindo um caráter de “caixa”. Uma luminária vermelha Verpan colocada em uma pequena prateleira feita sob medida na mesma cor adiciona um toque de elegância ao ambiente enquanto quebra a simplicidade. Pequenos ladrilhos de mármore e folheado de carvalho em um tom dourado ressonam como uma sauna dos anos 1960. Uma porta de latão decadente com pátina aplicada à mão leva à suíte master. A cama e o guarda-roupa com acabamento em tecido e pés de latão patinado ficam sobre uma plataforma de concreto. Uma tela de carvalho ondulada com mesinhas de cabeceira combinando se projeta da parede traseira emoldurando um lado da cama. A banheira foi encaixada em nichos de madeira e bordas da mesma pedra que recobre parte da parede, como um painel, e é separada do quarto apenas por uma porta de vidro deslizante. Esta decoração tão rica, atravessa os mundos da utilidade e do excesso, propondo o caso de que não precisa ser um ou outro. Adorei!!!

Paradowski Studio: https://paradowskistudio.com/; Carlo Mollino: https://www.carlomollino.org/

via: YellowTrace

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *