Uma fortaleza italiana do século XII, em 2020

O livro de memórias mais vendido de Frances Mayes em 1996, sob o Sol da Toscana, inspirou inúmeros italófilos a procurar uma casa em ruínas nas suaves colinas da Toscana para restaurar e chamar de sua. Especialista em entretenimento, culinária e estilo, a americana Annette Joseph, bastante bem sucedida, escolheu uma direção quase diferente. Em 2016, ela e o marido, Frank, compraram La Fortezza, uma fortaleza do século XII no canto noroeste da Toscana, uma área selvagem e montanhosa conhecida como Lunigiana. “Foi uma das primeiras propriedades que analisamos”, diz Joseph. “Mas estava em péssimo estado de conservação. Não consegui visualizar a reforma. A estrutura de pedra robusta, construída em uma encosta, era composta por quatro edifícios separados em diferentes níveis. Originalmente construída como uma torre defensiva nos anos 1.100, a fortaleza foi posteriormente convertida em uma casa de fazenda. Quando Joseph viu a propriedade pela primeira vez, em 2012, esta pertencia a dois irmãos que eram tão ambivalentes em vender quanto ela em comprar. Ela decidiu ir embora. Nos quatro anos seguintes, Joseph procurou a casa dos seus sonhos, um lugar que seria ao mesmo tempo um refúgio para ela e seu marido, um cirurgião e seus dois filhos adultos, além de um espaço onde ela poderia realizar oficinas criativas e convidar colegas. Ela assina um livro sobre seu caso de amor de longa data com a Itália, chamado Italy Is My Boyfriend. Por acaso, ela circulou pelas redondezas da fortaleza, e observou a localização e detalhes como tetos com vigas de madeira e pisos de terracota. “Foram necessárias três visitas para eu de fato descobrir o valor do imóvel e me encantar”, diz Annette. “Então tudo se conectou.” Joseph renovou a residência do topo da torre da fortaleza, ampliando a pequena cozinha e depois derrubando uma parede para criar uma área de estar e de jantar. Um sofá em veludo azul royal e cadeiras de jantar verde esmeralda fornecem cores ricas, que constatam com as paredes brancas. O andar de cima, em ruínas, outrora um sótão usado para assar castanhas, agora é uma suíte master com uma banheira de cobre artesanal trazida de Marrakech. Um antigo prédio de armazenamento foi convertido em um estúdio com uma longa mesa de madeira e estantes de metal abertas para guardar objetos. A alguns passos, um terraço oferece vistas da exuberante paisagem da Toscana. No nível mais baixo, a cozinha recebeu fogão Lacanche preto, uma pia de mármore antiga e azulejos coloridos. A “luminária” suspensa sobre a mesa de jantar é na verdade, uma banheirinha de lata invertida do século XVIII, que lança um brilho suave sobre o ambiente. Os jardins de rosas e vegetais, úteis para aulas de culinária e estilo, e dormitórios para estudantes e instrutores convidados, Joseph descreve como “parte monástica, quase boêmia”. Para decorar La Fortezza, Joseph garimpou antiguidades em mercados de pulgas, leilões on-line e artesãos locais. O toque favorito de Joseph é a elétrica aparente que corre por tubos de cobre ao longo das paredes para encontrar pias de mármore recuperadas e interruptores de porcelana. Joseph estava na Itália em março testando receitas para seu próximo livro, La Fortezza Cookbook, mas teve que voltar aos Estados Unidos em função da pandemia de Covid-19. Ela pretende voltar à Itália assim que possível e está planejando oficinas de outono sobre fotografia e colheita de azeitonas. “Na Itália, eles dizem que a casa encontra você”, diz ela. “La Fortezza nos encontrou, e estamos muito felizes com ela.” Inspire-se!

Anette Joseph: http://annettejosephstyle.com/

via: Elle Decor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *