Renata Vanzetto

A chef Renata Vanzetto começou a cozinhar muito cedo, quando já não se satisfazia com os sanduíches oferecidos pelos pais. Aos 09 anos já preparava os jantares em casa e aos 13, as entradinhas de inspiração tailandesa no restaurante da mãe, em Ilhabela. Aos 16 ganhou um concurso de chef amador e o de melhor chef de Ilhabela, e aos 17 estagiou na Brasserie Les Varietés, em Saint Rémy, sul da França, e no restaurante Villaurrutia, em Tarragona, Espanha. Em 2007, abriu, ao lado do Yacht Club de Ilhabela, o Marakuthai, restaurante contemporâneo de sotaque tailandês, e que se tornou sucesso imediato. Em 2008 Renata conquistou o prêmio de Chef Revelação do Brasil pelo Guia Quatro Rodas, e continua “abocanhando” vários prêmios e títulos, como Chef Revelação do Casa Boa Mesa (2010), Melhor Restaurante Novo (2010), segundo a revista Época, e o de Melhor Restaurante Contemporâneo (2011), segundo a revista Go Where. Renata, longe de se acomodar, foi ao Noma para um estágio em 2011, restaurante em Copenhague número 1 do mundo, do chef René Redzepi, e de lá trouxe a inspiração para o novo Ema, outro de seus empreendimentos de absoluto sucesso, em São Paulo. Menina talentosa e super atenta, Renata comanda sua rede de Marakuthais, o Ema, e ainda encontra fôlego para ir a praia e namorar. Generosamente, Renata divide um pouco de seu escasso tempo com os leitores de Hardecor, em entrevista exclusiva. Em tempo: Renata tem apenas 25 anos!

A linda Renata Vanzetto, chef prodígio, dona da rede Marakuthai e do Ema.

Hardecor: O que pretende Renata Vanzetto?

Renata Vanzetto: Fazer comida boa, só…sem pretensões.

H: Como os outros chefs, do Noma por exemplo, encaram a sua pouca idade?

RV: Uns admiram, outros torcem o nariz…. Entendo que nesta profissão a prática e os anos de experiência contam muito. Por isso alguns chefs não me dão tanta credibilidade.

H: Quais as qualidades mais importantes para um chef?

RV: Ter os pés no chão. Gastronomia virou glamour, tem chef que sai em duas revistinhas e acha que é estrela. Isso acaba com qualquer um… Além de saber cozinhar, claro.

H: O que mais te chamou a atenção no Noma?

RV: A seriedade com todos os detalhes, desde cada ingrediente por mais simples que fosse, até a preocupação com os clientes. É impressionante.

H: Qual foi a comida mais incrível ou inusitada que você já provou?

RV: Camaroēs vivos, no Noma…

H: Qual o sabor da sua infância?

RV: Gemada da minha avó.

H: O que gosta de comer quando está sensível?

RV: Me afogar em alguma coisa com MUITO chocolate, como até passar mal. Brigadeiro quente de colher é um grande problema para mim, não me controlo.

H: Que outros assuntos te interessam?

RV: Arte, pintura…Praia, comida, comida, comida…

H: Como é a casa de Renata Vanzetto?

RV: Uma zona, sem um ovo na geladeira.

H: Você tem um destino recorrente? Qual? O que te atrai neste lugar?

RV: Nova York, já fui algumas vezes e pretendo voltar todos os anos. Me inspira muito….

H: Dê, por favor, uma dica para os leitores de Hardecor.

RV: Ilhabela…Sou suspeita, cresci lá… Mas não tem nada mais especial no mundo do que por exemplo ir para o Bonete, praia deserta atrás da Ilha. Melhor dica impossível.

marakuthai.com.br; emarestaurante.com.br

noma.dk

ilhabela.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *