Quadros na parede. Dúvida de Elisa Monteiro

Querida Valéria, tenho um monte de quadros espalhados pela casa, mas acho que não gosto mais deles assim, e queria uma sugestão. Pode ser? Pensei em colocar na minha sala.

Obrigada

Elisa

Resposta: Oi Elisa. Bem bacana é agrupar as obras, pois o conjunto ganha força e importância. O resultado final depende bastante das características como cor, linguagem, técnica das obras, mas a tendência é que fique muito bom. Quadros para sala podem variar bastante na temática. O mais importante é sempre a harmonia. O ideal é um profissional te ajudando nesta seleção, mas se quiser fazer sozinha, algumas dicas podem te ajudar. Para colocar quadros na parede, alguma ligação entre eles é recomendável. Pode ser o tema, a técnica ou a cor, por exemplo. Eles podem ser dispostos considerando um alinhamento ou desordenadamente, como é mais comum hoje. Você pode se decidir pelo layout de 02 maneiras. DIY: Corte pedaços de papel no tamanho das obras e pregue na parede até obter o efeito que você deseja, ou meça qual é a área disponível, marque no chão e vá arrumando as obras até achar que deu certo. Eu prefiro assim pois é possível analisar também as cores, molduras e efeito final.  Outro ponto fundamental é a altura da composição. Sempre mais para baixo do que para cima. Observe na primeira foto como os mais baixos estão bem perto do sofá. É assim mesmo. Ache a altura do olhar, aproximadamente 1,65m e disponha os quadros um pouco para cima e um pouco para baixo. Com as imagens você pode ter uma ideia melhor. Vamos aos fatos:

Observe que estes quadros, além mesma técnica, receberam paspatour branco, que ilumina o conjunto, e moldura preta. A cor da parede ajuda a destacar as obras. 

Cores sóbrias e preto & branco dão a sensação de unidade. Veja que um painel branco foi colocado sobre a parede de concreto para iluminar, já que a parede fica mesmo bem melhor ao natural, e não deve ser pintada.

Composição mais solta e livre. Quase a totalidade das obras tem referência no passado, que combinam muito bem com o abstrato. Note que o preto aparece várias vezes.

A cor preta serviu para dar unidade ao conjunto. Repare nas pinceladas de azul, que são uma referência a cor do tapete. 

A foto grande faz as vezes de janela, em um efeito bem interessante. As lembranças foram emolduradas, o penso ser excelente ideia. Fica bacana na parede e protege contra a ação do tempo. 

Aqui peças antigas e relógios dão o tom. A parede colorida traz o conjunto para o século XXI. 

Eu particularmente, gosto muito deste tipo de composição. Tudo junto e misturado. Por isso é legal testar a composição primeiro no chão, para que possa ter uma ideia bem boa do resultado final. Bom trabalho!

via: onekindesign.com, archdaily, inhabitat, decor8; etao

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *