Peggy Guggenheim Collection

Peggy Guggenheim faria em 26 de agosto, 115 anos. De família rica de Nova York, aos 21 anos Peggy herda uma pequena fortuna e aos 23 se muda para Paris. Começa então a conviver de perto com artistas importantes e se casa com Laurence Vail, escultor e escritor, pai de seus 02 filhos. 02 casamentos depois, em 1938, Peggy abre uma galeria de arte moderna em Londres e começa sua coleção de arte. Tendo como conselheiro Marcel Duchamp, produz importantes exposições para Jean Cocteau e Wassily Kandinsky, e promove a carreira dos então iniciantes Jackson Pollock e Max Ernst, com quem se casa. Durante a Segunda Guerra, a herdeira de Benjamin Guggenheim, morto no naufrágio do Titanic, compra grande parte de sua coleção de arte abstrata e surrealista, e consegue adquirir obras de Picasso, Miró, René Magritte, Salvador Dali, Paul Klee e Marc Chagall, e de outros grandes artistas. De volta à América, Peggy abre a galeria Art of This Century, que funciona até 1947, quando em viagem com amigos vai à Veneza, onde é convidada a exibir sua já impressionante coleção na Bienal da cidade italiana. Em 1948 compra o Palazzo Venier dei Leoni, palacete veneziano do século XVIII, que hoje abriga a Peggy Guggenheim Collection, o museu mais importante de arte européia e americana da primeira metade do século XX na Itália. Sua coleção engloba o cubismo, o surrealismo e o expressionismo abstrato. Passeio imperdível em Veneza. Peggy morre em 1979.

Peggy Guggenheim e seus inseparáveis cães, em Veneza.

Fachada do Palazzo Venier dei Leoni, onde está instalado o Peggy Guggenheim Collection, às margens do Grande Canal, em Veneza.

L'angelo della citta, escultura em bronze com falo removível, assinada por Marino Marini.

Peggy em sua sala de jantar.

A sala de jantar, mantida praticamente intacta.

O túmulo de Peggy e de seus inúmeros cães, com data de nascimento e morte e nome de cada um, no jardim do museu.

O portão de acesso ao museu, criado por Claire Falkenstein, batizado por Peggy como Gates of Heaven.

 

Fotos: David Seymour, Sergio del Piccolo, Guggenheim Collection.

guggenheim-venice.it

travessa.com.br

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *