O sonho de Salvador Dalí

O sonho de Salvador Dalí se materializou em uma propriedade em Portilligat, na Catalunha, Espanha. Durante mais de 50 anos, até a morte de sua mulher e musa Gala em 1982, Dalí criou e descansou nesta casa que recebeu um mar de objetos excêntricos com a assinatura inequívoca do artista. Dalí se instalou no local em 1930, encantado com a paisagem e luz no que era uma cabana que abrigava material de pesca, comprada de sua amiga Lídia Noguer, vendedora de pescados na cidade. O valor de 20.000 francos foi o que Dalí recebeu pela obra “La vejez de Guillermo Tell”. “Nossa casinha se compunha de uma peça de uns poucos metros, que servia de sala de refeições, dormitório, oficina e hall de entrada. Se subiam alguns degraus e, em um patamar, três portas se comunicavam com uma ducha, um banheiro e uma cozinha grande o bastante apenas o suficiente para que nos movêssemos dentro dela. Desejava que fosse muito pequena – quanto menor, mais intrauterina-“, contou o artista em sua autobiografia. A partir da cabana, Dalí construiu seu lugar dos sonhos por anos, surrealista, fluída, mutante e diferente. O lugar foi palco de festas memoráveis e excêntricas, assim como o bigode “velazquiano” de seu dono, durante os anos 1960 e 1970. Animais embalsamados, pneus Pirelli, mobiliário antigo e obras do dono da casa, que dizia: “Es una verdadera estructura biológica”. Dalí ainda declarou: “É um lugar de realizações, o lugar perfeito: o tempo transcorre lentamente e cada hora tem sua justa dimensão. Existe uma tranquilidade geológica” Hoje um museu funciona no local. Dalí era um artista maravilhoso e totalmente a frente do seu tempo. Se puder, vá! Também vou agendar.

Museu Dalí: https://www.salvador-dali.org/en/museums/house-salvador-dali-in-portlligat/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *