O loft rural do arquiteto Jurjen van Hulzen

Como seria um loft urbano, se fosse colocado em um cenário tipicamente rural? A resposta a este interessante desafio de design é o que levou o arquiteto holandês Jurjen van Hulzen, criador do estúdio de arquitetura e design The Nieuw, com sede em Ibiza, a transformar um depósito abandonado de 100 anos em um loft contemporâneo. Outrora uma oficina e local para armazenamento, o edifício situado num remoto campo montanhoso na parte norte de Ibiza, foi transformado em uma linda casa de hóspedes e é um projeto vitrine para Jurjen, dono da propriedade. Aninhado em um belo trecho de terra selvagem e acidentado, o prédio de 80 metros quadrados foi deixado em condições muito precárias, sem nada em pé além das paredes e parte do telhado, criando uma concha vazia que oferecia aos arquitetos uma estrutura limpa para trabalhar, permitindo-lhes criar a partir do zero. Essa liberdade criativa não veio sem um preço, já que o prédio não tinha eletricidade, água ou sistemas de esgoto; a água tinha que ser proveniente de um poço privado e painéis solares foram instalados para água quente, aquecimento de piso e eletricidade, oferecendo à casa o dom da auto-sustentabilidade.  A localização e a estrutura do edifício deram o tom para todo o conceito, que era manter o caráter da arquitetura tradicional de Ibiza, e ao mesmo tempo introduzir uma abordagem modernista. As colunas de concreto e vigas de aço que ainda sustentavam o telhado tradicional, feito de madeira Sabina de origem local, sugeriam uma mistura entre a estrutura industrial, combinada ao estilo rústico. Isso resultou em um contraste emocionante entre os dois elementos, inspirando o nome “Campo Loft”, que se traduz livremente como “espaço aberto industrial em um campo”. O projeto acabou sendo um exercício de equilíbrio, um exemplo bem executado de como a arquitetura pode fundir diferentes estilos sem exagerar ou sublinhar, mas simplesmente permitindo que os dois se encontrem, organicamente, no meio. Poético até!! Adorei! 

The Nieuw: https://www.thenieuw.com/

via: Yatzer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *