O jardim secreto de Pierre Bergé em Tânger

A decoração é um autorretrato de Bergé

O jardim secreto de Pierre Bergé em Tânger começou a tomar forma em 2007, quando o empresário francês, sócio e companheiro de Yves Saint Laurent, resolveu trocar a casa que foi de ambos na cidade, por uma menor e mais aconchegante. A reforma foi encomendada ao Studio KO, escritório de design com filiais em Marrakech e Paris, de propriedade de Karl Fournier e Olivier Marty. A casa de estilo Riviera construída em 1912, pertenceu ao antiquário e ex-chefe do departamento de móveis da Sotheby em Londres, Christopher Gibbs. Durante a restauração apenas as paredes externas foram mantidas. A redistribuição dos ambientes adequou a morada aos novos tempos. Um closet foi criado, o terraço foi ampliado e a biblioteca ficou sobre a garagem. Janelas guilhotina, portas em arco, respeitando o espírito do Mediterrâneo presente na construção, conferiram a marca típica de Tânger na Villa Leon L’Africain, nome da linda casa de Pierre Bergé. Parte do mobiliário vem da antiga casa em Tânger e de outras propriedades do empresário. O exuberante jardim tropical recebeu filodendros gigantes e está situado ao redor de um caminho de água que conta com uma fonte no jardim de rocha, um mirante e um aviário. “É como uma pintura de Henri Rousseau, diz Bergé. Tânger é uma cidade barulhenta e empoeirada, mas aqui tudo está calmo e tranquilo. Eu me vejo passando muito tempo nos próximos anos neste paraíso no meio da cidade.” Um paraíso, de fato! Aproveite a visita.

 

Pierre Bergé: http://www.fondation-pb-ysl.net/fr/Accueil-825.html

Studio KO: http://www.studioko.fr/

via: admagazine.fr

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *