O espaço de Tommaso Spinzi & seu Porsche lindo!

Para o designer de interiores e móveis italiano Tommaso Spinzi , um bom design tem tudo a ver com contar histórias. Livre de qualquer estilo específico, ele acredita que o design deve refletir a personalidade e o estilo do usuário, por isso, quando chegou a seu próprio estúdio em Milão, Spinzi Design , o designer corajosamente preencheu o espaço com uma coleção diversificada de arte e design que refletem seu espírito criativo, inspirações e paixões. Concebido como um centro criativo e espaço de galeria, o estúdio exibe uma seleção de peças de arte e móveis de artistas e designers italianos e internacionais misturados com objetos vintage e um Porsche 911 de 1983 que personifica o fascínio do designer por móveis, carros e motocicletas italianos da metade do século. Tendo vivido e trabalhado na Suíça, Austrália e Nova York antes de fundar seu próprio estúdio em Milão, a abordagem de Spinzi para o design foi moldada por uma mistura de influências internacionais, bem como seu interesse por moda e design automotivo. Pisos de concreto polido, paredes caiadas de branco e um mezanino metálico pintado de branco constituem um cenário austero para um conjunto arrojado de arte e design, este último retirando-se de sua própria coleção de móveis da metade do século. Peças icônicas como Le bambole sofá, de Mario Bellini, poltronas Minotti dos anos 1950, cadeiras Medea de Vittorio Nobili, mesa Ettore Sottsass, luminárias de Carlo Nason , que vem de uma das famílias de sopro de vidro mais antigas de Murano, e alguns desenhos de Spinzi,  que atestam sua ampla gama de inspirações. O banquinho “Paladium”, por exemplo, é inspirado no estilo neoclássico de Palladio, enquanto a forma escultural monolítica do banco “Medusa” foi inspirada como o nome sugere, na história da Medusa e nas memórias associadas ao Lago Como. A paixão do designer pelo design de meados do século também é evidente em sua série “Origini” de mesas e consoles que combinam uma estética modernista com uma sensibilidade contemporânea. Feita de blocos monolíticos de pedra e metal “Ceppo”, a série também fala do uso inovador de Spinzi de materiais como mármore, granito, madeira e têxteis, que ele usa em combinações inesperadas, guiado por sua percepção em constante evolução de arte e design. A coleção diversificada de móveis de Spinzi é complementada por uma seleção eclética de obras de arte de artistas italianos e internacionais, incluindo desenhos hiper-relistas de Alessandro Paglia, pinturas abstratas da pintora italiana Ilaria Franza, esculturas de granito do artista italiano Aldo Flecchia e esculturas hiper- realistas de vidro que lembram bolsas de água transparentes do escultor americano Dylan MartinezCom uma diversidade tão evidente em disciplinas e estilos em jogo, Spinzi consegue não apenas aumentar a sensibilidade de galeria do estúdio, mas encapsula evocativamente sua criatividade multifacetada. Super bacana!!

Tommaso Spinzi: https://spinzi.com/

via: Yatzer; Fotos: Lorenzo Pennati

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *