Mermaid Ranch, uma casa para pensar

O nome Mermaid Ranch evoca algo mágico, vibrante e, sem dúvida, sedutor, características pretendidas na casa de campo da agência criativa Chandelier, com sede em Manhattan. Esse lugar eclético onde a praia e a floresta se encontram se tornou um componente-chave do processo criativo idealizado pelo fundador da agência, Richard Christiansen, que se inspirou em Camp David, lugar que ajudou vários presidentes americanos a encontrar um lugar neutro para pensar e negociar”.  O diretor cultural da empresa, Alexandre Stipanovich explica: “Queríamos encontrar uma maneira de estimular a criatividade manualmente em vez de digitalmente. É por isso que se pode encontrar todo tipo de brinquedos no rancho: canoas, rodas para cerâmica, telas, vinil, livros de arte ”. A casa conta uma história, ainda que fictícia. Christiansen, que gosta de criar histórias, se inspirou em um casal imaginário da década de 1950, um cantor de jazz americano que teve um caso tórrido com um artista italiano, causando escândalo. Eles escaparam para Mermaid Bay, uma enseada isolada em East Hampton, onde construíram e mobilaram um retiro privado dedicado à música, arte, cultura e comida – um lugar para hospedar amigos criativos. “Outras empresas têm casas; essa não é uma ideia nova ”, diz Christiansen. “Mas as ativações são algo que não vimos.” Há um florescente programa de artistas residentes, que, ao longo de três anos, deu liberdade a dezenas de artistas e músicos para criar e contribuir. Isso moldou ainda mais o design e a sensação da casa escondida na floresta em uma estrada de terra. “Pedimos que os artistas deixem algo para nós”, diz Christiansen. Essas peças se somam a móveis escolhidos a dedo em diferentes mercados e casas de leilão – de Michel Ducaroy, Gio Ponti, Harry Bertoia, Milo Baughman, William Wesley Peters e John Risley – mesclando design americano e italiano. “Usamos a casa como uma tela para a mudança cultural e agora centenas de convidados de todo o mundo contribuem para projetos”, acrescenta Christiansen. “Músicos escreveram álbuns e um filme foi feito lá. Representa a exploração criativa, a exuberância e fomenta as colaborações”, diz ele. Juntamente com a criação, há outro objetivo para os funcionários da Chandelier e suas famílias: descomprimir e recarregar as baterias em um local mais lento do que Manhattan. “A equipe, os clientes e os amigos do Chandelier vêm para debater, conhecer e experimentar novas ideias”, diz Christiansen. E, às vezes, diz Stipanovich, “trata-se simplesmente de canoagem e churrasco”. A praia oferece vistas perfeitas do pôr-do-sol que fazem com que o sol esteja se pondo, e a floresta, cheia de lanternas e repleta de instalações de arte, faz um local de festa de jantar animada mas serena. Mas de acordo com o fundador, “a sala de estar banhada em luz com vista para a baía é o nosso lugar favorito na terra”.

 

Chandelier: https://www.chandeliercreative.com/; Mermaid Ranch: https://www.chandeliercreative.com/space/mermaid-ranch

via: AD Magazine

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *