John Lautner, arquiteto visionário

John Lautner, arquiteto visionário, era o queridinho da turma de Hollywood, e muitas de suas casas tiveram participação especial em filmes como “Diamantes são eternos, Dublê de corpo, Abaixo de Zero, Direito de Amar”, e até em um desenho dos Simpsons. Nascido em 1911 em Michigan, nos EUA, Lautner teve pais de origem européia francamente interessados em arquitetura e design, e foi a casa de veraneio da família, Midgaard, situada sobre rocha proeminente em área remota no Lake Superior, que o impressionou muitíssimo. Lautner, bastante jovem, observou sua mãe desenhar e pintar todos os detalhes do interior, baseando-se em estudos de casas nórdicas. Discípulo do grande mestre Frank Lloyd Wrigth, e responsável por muitos dos projetos complexos do arquiteto, Lautner combinava arrojada engenharia com dramática sensibilidade espacial. O primeiro projeto solo significativo foi sua casa em Los Angeles, a Casa Lautner (1939), que ajudou a estabelecer sua reputação. Foi aclamada por Henry-Russel Hitchcock, principal historiador de arquitetura de sua geração, como “a melhor casa nos Estados Unidos de um arquiteto com menos de 30 anos”. Linhas limpas e extremamente modernas foram o norte de John Lautner, que desenhou mais de 200 projetos, residências, na sua grande maioria. Morto em 1994, Lautner deixou um legado de peso.

Casa de John Lautner.

Dramaticidade era um dos pontos fortes do arquiteto.

Muitas das casas de Lautner estão em filmes como "Diamantes são eternos" e até em desenho dos Simpsons.

Chemosphere House, em Hollywood. O difícil acesso é um dos pontos fracos da casa. Comprada por um casal de alemães, foi totalmente restaurada.

Linda, a casa propicia incrível vista da cidade.

Chemosphere House.

Casa em Acapulco, México.

The Sheats Goldstein Residence.

johnlautner.org

facebook.com

archdaily.com

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *