Gritti Palace, em Veneza

O Gritti Palace, em Veneza, era o hotel preferido de celebridades como Ernest Hemingway e Somerset Maugham, que declarou: “Poucas coisas na vida são mais agradáveis do que sentar no terraço do Gritti quando o sol está prestes a se por e banha a Santa Maria della Salute, que está quase na sua frente”. Outros hóspedes importantes do calibre de Sir Winston Churchill, Graham Greene, André Malraux, Igor e Vera Stravinsky, Luchino Visconti e Orson Welles atestam que este era o hotel preferido por intelectuais e membros da nobreza desde quando foi aberto, em 1948. O Gritti Palace data de 1475, ano do início de sua construção. Residência da família Gritti e logo depois dos embaixadores do Vaticano na cidade. A família Pisani e os Gritti novamente, quando Camilo Gritti comprou a residência que já havia sido de sua família em 1814, e que hospedou personagens importantes, como era comum nos palácios de propriedade da nobreza na época, habitaram o palácio. No começo do século XX, o palácio se transformou em hotel e em 1948 abriu as portas oficialmente como  The Gritti Palace. Hemingway definiu o hotel como “o melhor dos hotéis em uma cidade de hotéis sensacionais”. Os quartos luxuosos foram batizados com os nomes de personalidades caras à história do Gritti! 

The Gritti Palace: http://www.thegrittipalace.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *