Em Londres, com Lulu Roper-Caldbeck!

Em Londres, com Lulu Roper-Caldbeck! A dona da descolada loja Darkroom, onde é sócia de Rhonda Drakeford, divide sua casa bacana com o marido Marcus James, e seu filho adolescente Oscar. Paredes escuras, op art por toda parte e pegada ultra moderna fazem da casa de Lulu algo bem fora do padrão, e muito legal. Inspirada no design do Superstudio, movimento italiano que pregava o anti-design, Lulu opta pela decoração desconstruída, de linhas monocromáticas. Em 2009 Lulu e Marcus procuravam uma casa maior quando encontraram uma, praticamente abandonada, danificada pelo fogo, que conseguiram comprar por uma pechincha porque ninguém mais teve a coragem para tanto. O casal contratou o arquiteto Paul Archer para ampliar a parte de trás da casa, que se transformou na área de estar, e no estúdio de Marcus, que é artista, sobre ela. “Queríamos algo que tanto contrasta como complementa o resto da casa”, diz Lulu. Acerto em grau máximo. Confira!

XZXX

O sofá da Living Divani, que já pertencia ao casal, foi revestido com tecido cinza da Kvadrat. O pufe, lindo, é da Darkroom.

Lulu-Roper-Caldbeck-house-_-Black-Living-room-_-The-Chromologist (Copy)

A faixa em branco, ou da cor do teto, é recurso bacana para unificar diferentes alturas. As obras na parede são em sua maioria da loja da dona da casa.

lulu-roper-kitchen-xlarge_trans++ljA5sgSOexHIwciz11Rxa_JD2qKDsF9ZPteTYhHNjfg (Copy)

Azulejos P&B da holandesa DTile na cozinha, que recebeu cadeiras em ferro amarelas e velas da Darkroom.

eewewe

Lulu e Marcus.

ghjj

Sobre pufe em tricô, o gato da família.

hjhjhj

A paleta de cores P&B é a escolhida por Lulu para contrastar com objetos de arte mais primitivos.

hhjj

Manta em padronagem pied-de-poule (leia-se “piê de pul”) no quarto do casal, cuja madeira veio da escola de ciência Iroko. Reciclar, além de poupar o meio ambiente, é bem mais em conta.

ghjghjjh

A economia nas linhas e cores é essencial para transmitir leveza  e ordem.

jkjk

Adorei o quadro de onça. Quero hoje! Escolha um ponto de atração e deixe o restante da decoração menos tcham. Sempre funciona.

hjkhk

O fundo da morada londrina, onde é possível ver como o preto faz par perfeito com o antigo!

hjjh

Sobre o living, o escritório de Marcus. Projeto do arquiteto Paul Archer.

ghjjh

A loja Darkroom, de Lulu Roper-Caldbeck e Rhonda Drakeford. Adorei o letreiro.

ONDE ENCONTRAR:

Mobiliário: Fernando Jaeger; Tok & Stok

Tapetes: Oppa; Santa Monica 

darkroomlondon.com

via: telegraph.co.ukFotos: Rachel Smith

Share and Enjoy !

0Shares
0 0
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *