Coco, restaurante na Opera Garnier, em Paris

Após o sucesso de Giraffe, Loulou, Apicius e Monsieur Bleu, o grupo Paris Society encara de frente o peso de um dos maiores monumentos parisienses. É na Opéra Garnier que o restaurante Coco fez seu ninho, entre cortinas de veludo, tapetes e acessórios de 1930 dignos de um bar cancan. Nesta decoração chique e aconchegante, a designer de interiores Corinne Sachot recria a atmosfera da Paris dos loucos anos 1920 onde as socialites se encontravam para jantar, ansiosas por seguir os passos de Gatsby, o Magnífico, em Paris. Podemos nos sentar sob a cúpula, entre curvas orgânicas em tons de bronze, para saborear os pratos do chef Julien Chicoisne – ex Drugstore d’Éric Frechon, e os doces assinados por Kevin Lacoste. No cardápio, fatias finas de filé mignon bávaro, churros com creme de baunilha e calda de chocolate ou sorvete com framboesa, merengue e pistache. No terraço arborizado, instalações de Thierry Boutemy, florista mais do que craque, confere caráter divertido e inusitado ao espaço. Certamente o melhor endereço do verão. Anote a dica, e aproveite para conhecer o prédio da Opera Garnier. O teto do teatro, pintado por Marc Chagall é maravilhoso. Não perca!! 

Coco: Palais Garnier, 1, place Jacques-Rouché, 75009 Paris

Thierry Boutemy: https://www.thierryboutemy.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *