Casa Cor São Paulo III

Esta é a última semana da Casa Cor São Paulo, que termina no domingo, 12 de julho, e está acontecendo no Jockey Club, um dos mais importantes prédios Art Deco do Brasil. A mostra conta com profissionais que tiveram como norte em 2015 o tema brasilidade, o que significa mix de texturas e referências, dentro de uma paleta de cores que pode ser interpretada como solar e tropical, e muito chique. Guilherme Torres usou amarelo, que misturado ao preto produziu combinação refinada. Esther Giobbi usou azul e verde, cores da nossa bandeira, porém em tons mais discretos, e o resultado é feliz e elegante, muito bem resolvido, como todos os projetos da profissional. Inspire-se!

dffffffff

Guilherme Torres assinou um ambiente em amarelo, P&B, em pegada ultra sofisticada.

CaSaCOrSP2015 EG+GT (13)

A Galeria Todeschini de Torres recebeu mobiliário assinado por grandes nomes do design mundial.

CaSaCOrSP2015 EG+GT (16)

A mesa lateral listrada fez par perfeito com a luminária.

eeeeeeeee

Boiserie, dourado, acrílico, combinação bacana sob a batuta de Torres.

trtrr

Ambiente assinado por Esther Giobbi.

CaSaCOrSP2015 EG+GT (12)

Sempre chique, Giobbi usou sofá de formas arredondadas, que está no auge.

CaSaCOrSP2015 EG+GT (11)

Objetos sobre mesa de centro.

CaSaCOrSP2015 EG+GT (8)

O piso em madeira traz aconchego ao espaço.

CaSaCOrSP2015 EG+GT (7)

Poltronas Warren Platner.

ttt

Bucólico + moderno.

544

O quarto, grande estrela do projeto, traz mix poderoso de estampas.

casa-cor-sao-paulo-2015-as-primeiras-fotos-da-mostra (Copy)

A joalheria com peças de Fabrizio Giannone leva a assinatura de Adriana Scartaris e Semara Brito. Escolhida pela dupla, a cor marsala foi eleita a cor do ano pela Pantone.

casa cor 2015 varanda-bonita-estilosa1 (Copy)

A Cactus Arquitetura, de Claudia Alionis e Eduardo Bessa, foi responsável pelo lindo projeto da varanda. A brasilidade de materiais, como o parede de taipa de pilão e a cerâmica que evoca os desenhos do ladrilho hidráulico no piso, remetem diretamente a um passado caipira. O mobiliário porém, deixa claro que este é um projeto de decoração mais do que atual.

erretr

A Biblioteca de Estar de Bruno Gap traz luminária elaborada com perfis de metal, fita de led e cabo de aço. Poltrona Charles Eames.

Bruno-Gap-20153 (Copy)

O teto espelhado multiplica a coleção e confunde o olhar, em efeito para lá de bacana. Este foi um dos lugares preferidos pelos visitantes para selfies!

casacor.com.br

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *