Britt Moran e Emiliano Salci

Os designers Britt Moran e Emiliano Salci abrem seu apartamento no bairro de Brera, em Milão, em edifício do século XVII, recheado de peças de design importantes, muitas com a assinatura da dupla, fundadores do Dimore Studio. Eles se conheceram quando estavam trabalhando juntos em um projeto de hotel em Xangai, e compartilham uma energia juvenil e a curiosidade insaciável – os livros e objetos no apartamento sugerem uma ampla gama de interesses e influências. “Estamos totalmente em sincronia “, diz Moran. “Podemos estar em lados opostos do mundo, e vamos falar sobre a mesma história em uma revista”. A mistura de elementos de períodos diversos, interiores elegantes e livres fizeram a fama de Moran e Salci, que tem como clientes Cire Trudon, a grife Hermès, Ian Schrager e Thierry Costes. O uso atento e intenso de cores é outra característica do trabalho dos designers. “É a maneira mais fácil para criar um clima “, explica Moran . No apartamento milanês, a cor escolhida está em algum lugar entre o azul , verde e cinza. A cor parece mudar de acordo com a hora do dia, e Moran explica que essa cor foi usada em uma série de pinturas do século 17, assunto que estava estudando na época, e isso fez com a escolha fosse natural. Aos clientes que ficam inseguros quanto à escolha das cores, a dupla decreta: “É sempre possível pintar de branco se você não gostar.”

Os designers Britt Moran (sentado) e Emiliano Salci em uma das salas de estar do seu apartamento em Milão. Pendente da década de 1960 Verner Panton, poltronas revestidas de tecido Jim Thompson e, na parede, painel do século XVIII.

Luminária Venini de 1961 de grandes dimensões e arandela Stilnovo hexagonal vintage na entrada da morada milanesa.

Tapete Oushak do começo do século XX e poltronas revestidas de veludo blush Marco Zanuso de 1951 adicionam leveza ao living de paredes cinzas.

No living, a grande vitrine abriga louças e pequenas obras de arte.

Pendente vintage Kartell sobre mesa Saarinen, cadeiras modelo Chiavari e daybed Gustaviano do século XVIII.

Fogão moderno sobre bancada revestida em cobre.

No quarto de hóspedes, fotografia de Andrea Ferrari sobre cama de meados do século XX com rádio embutido.

No quarto, cores neutras, porém importantes.

Cabeceira em bronze, banco Dimore Studio, arandelas vintage Azucena.

Mapa da Itália sobre banheira com pés.

Fotos: Henry Bourne

dimorestudio.com

alaintruong.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.