A casa descolada da estilista Mary Fellowes

A casa descolada da estilista Mary Fellowes foi decorada de acordo com os altos padrões da proprietária, porém com materiais reciclados e objetos vintage, o que diminuiu consideravelmente o elevado custo da reforma. O investimento foi da ordem de £ 200,000, o que se explica pela falta absoluta de manutenção pelo dono anterior do imóvel. Segundo Fellowes, há mais de 50 anos a casa, localizada em Londres, não recebia nenhum cuidado. A madeira dos armários da cozinha veio de uma antiga fábrica de queijos, e traz as marcas características. A estilista invadiu o sótão de sua avó em Castle Hill e resgatou objetos que deram força e graça à decoração. O olhar afiado enxerga o potencial de cada objeto perdido. Mary é estilista pela St Martin e trabalhou com Isabella Blow, um ícone na universo da moda. Produz/já produziu editoriais para a Vogue italiana, japonesa, inglesa e chinesa e faz assessoria de moda para várias  celebridades. Divirta-se!

eee

Fachada da casa vitoriana da estilista Mary Fellowes.

sss

A estilista posa em sua biblioteca. 

dddddddddd

O azul das paredes é bem claro, quase cor de nuvem.

dfdfff

A caveira em metal foi trazida de Bali e a base do abatjour, em resina, se parece com uma noz gigante. Na parede, Freddie Mercury.

www

A madeira dos armários da cozinha veio de uma antiga fábrica de queijos. Observe as marcas circulares deixadas pelas peças em envelhecimento.

960-kitchen_1 (Copy)

Coração da casa, a cozinha é bastante ampla e recebe eletrodomésticos em inox, fazendo contraste com as madeiras antigas e marcadas.

960-kitchen-and-table (Copy)

Mary queria um piso de cimento bem caro. Resolveu fazendo um piso industrial, desses de posto de gasolina, quase indestrutível. O efeito ficou bem semelhante, e ela  feliz com o investimento dez vezes menor.

960-living-room-2 (Copy)

A manta de pele foi comprada na Turquia, quando Mary era diretora de moda da Vogue Turkish.

960-wall2 (Copy)

A grande mesa de refeições é onde a estilista conversa com os muitos amigos, todos bem sabidos como ela, e onde surgem as ótimas ideias para os editoriais de moda.

p

O desejo da estilista era ter um quarto inspirado nos quartos do Claridge Hotel, mas por uma fração do preço, claro.

maryfellowes.com

telegraph.co.uk

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.