Joanna Laven e David Walgren assinam apartamento lindo em Estocolmo

“Na Suécia, temos esse conceito chamado Jantelagen”, diz Joanna Laven, designer responsável pela decoração linda e limpa desse apartamento. “Isso significa que você não deve pensar que é melhor em alguma coisa do que qualquer outra pessoa.” Por causa disso, é improvável que os suecos terceirizem partes de suas vidas com babás, serviços de limpeza e, principalmente, designers de interiores. Para os suecos, é difícil se orgulhar de algo que você não criou. Felizmente para os designers Joanna Laven e David Walgren, do Studo Lawahl, os cidadãos da nação escandinava estão começando a perceber que os designers podem ajudar um espaço a atingir seu potencial máximo. Walgren e Laven colaboraram neste apartamento do final do século XIX em Estocolmo em Strandvägen, uma avenida à beira-mar muito procurada. Normalmente, o design sueco não é muito vistoso, com foco na simplicidade e no minimalismo. Esses clientes, no entanto, tinham uma queda por interiores suntuosos. Por causa de suas vidas profissionais ocupadas, eles queriam um espaço para relaxar e ainda que se sentissem em casa. Concentrar-se no que exatamente é a visão dos clientes é “quase como ser um psiquiatra”, comenta Laven. Freqüentemente, ela se pergunta: “Do que você gosta? Como podemos canalizar isso para todo o espaço?” O resultado de sua mentalidade colaborativa são interiores que muitas vezes parecem mais aconchegantes e impressionantes do que o esperado.  “Sempre começamos com peças vintage”, observa Laven. E, no final das contas, móveis antigos estofados combinados com peças modernas criam uma aparência atemporal e com curadoria artística. Os designers selecionam cuidadosamente cada peça para evitar a aparência de que seus clientes “entraram em uma loja e compraram tudo de uma vez”, diz Walgren. Quanto a este espaço em particular, mantém a sensibilidade sueca pela funcionalidade e linhas clean. Para acomodar o gosto dos proprietários por textura e organização, o armazenamento foi concentrado no corredor em armários de um azul suave. Na sala de estar, Laven e Walgren projetaram um armário de madeira para esconder a bagunça e otimizar a qualidade do som. Antes de Laven e Walgren chegarem lá, o apartamento carecia do espaço social aberto que os clientes procuravam. Em vez disso, tinha uma planta baixa datada com uma cozinha estranha. Laven e Walgren deram ao novo espaço um layout fluido com influências francesas, incluindo elegantes pisos em parquet e tetos altos. O resultado final, que tem influências do design sueco e amplamente europeu, é um testemunho de uma cultura de design global. E ainda, ao mesmo tempo, é totalmente único. O mais importante desse post? Sempre contrate um designer de interiores. Faz toda a diferença! 

Studio Lawahl: https://studiolawahl.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *