Uma casa linda para uma coleção de arte excepcional, por Roy Azar

Em um dos bairros mais legais da capital mexicana, uma casa linda por dentro e por fora. O estilo eclético de Roy Azar e seu gosto pela experimentação podem ser vistos em cada um dos espaços, mas as linhas arquitetônicas refinadas e o pano de fundo neutro servem acima de tudo para destacar as obras de arte dos proprietários. “A maioria dos espaços desta casa foi concebido como uma tela em branco com o objetivo principal de destacar as obras de arte contemporânea”, diz Azar. Na entrada, uma escada escultural liga todos os níveis da casa. A luz natural é onipresente, com entrada através de grandes janelas e uma grande cúpula que inunda o lobby de luz. A sala de jantar – que funciona como área interna e externa – foi organizada para o lazer  e se abre para o living e para o terraço, coberto por uma pérgola de aço e vidro, que recebeu uma lareira ao ar livre. “As paredes e painéis em branco puro foram enquadrados por sutis sulcos de metal preto que servem de moldura para a coleção de arte que recheou os espaços com cores”, diz Roy Azar. Peças de mestres mexicanos e internacionais como Cy Twombly , Jeff Koons , Andy Warhol , Roberto Matta e José Dávila , entre outros, são alguns dos nomes de peso da coleção da família proprietária do imóvel. A biblioteca, decorada com toques vermelhos e desenhos de Man Ray , Jeff Koons e Frank Gehry , tem seu próprio terraço e vista para o jardim e para a piscina. Madeira carvalho, detalhes em bronze e elementos metálicos foram utilizados em toda a casa, mas o material que predomina é o mármore Carrara, elegante e muito chique. Uma casa linda para uma coleção de arte excepcional, por Roy Azar. 

 

 

 

 

Roy Azar: https://www.royazararchitects.com/

via: AD Espanha; Fotos: Edgardo Contreras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *