O genial Carlo Scarpa

Um dos arquitetos mais enigmáticos e pouco valorizados do século XX, o genial Carlo Scarpa é conhecido por sua abordagem instintiva em relação aos materiais, combinando habilidades artesanais com processos modernos de produção. Em um documentário de 1996 dirigido por Murray Grigor, Egle Trincanato, então presidente da Fondazione Querini Stampalia para quem Scarpa realizou o projeto de renovação de um palácio veneziano em 1963, descreve como “acima de tudo, ele era excepcionalmente habilidoso em combinar materiais básicos e valiosos.” Nascido em 02 de junho de 1906  em Veneza, Scarpa passou a maior parte de sua infância em Vicenza, antes de sua família se mudar novamente para Veneza após o falecimento de sua mãe em 1919. Scarpa estudou arquitetura na Academia Real de Belas Artes de Veneza e entre 1932 à 1947, foi diretor da Venini Glassworks, momento em que o arquiteto mostrou pela primeira vez seu apreço pelas técnicas artesanais, frequentemente trabalhando até tarde com os artesãos da companhia de vidro. Apenas após o fim da Segunda Guerra Mundial Scarpa começou a ser reconhecido internacionalmente por sua arquitetura. Seu reconhecimento levou a uma série de comissões em Veneza e nas cidades vizinhas – muitas das quais envolvendo a renovação de edifícios existentes, algo que veio a se tornar uma marca de Scarpa. Um dos seus trabalhos de renovação mais famosos talvez seja o Museo Castelvecchio, concluído em 1964 – este projeto busca um equilíbrio cuidadoso entre o antigo e a nova arquitetura, revelando a história do edifício original. Carlo Scarpa morreu em 28 de novembro de 1978. Um trabalho maravilhoso!

http://www.carloscarpa.es/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *